90’s Revival: Pokémon Go chegou a Portugal

90’s Revival: Pokémon Go chegou a Portugal

90's Revival: Pokémon Go chegou a Portugal

(Soltem a música)
“AGUENTA CORAÇÃOOOOOOOO!!!!! Não sei mais o que fazer! Lá, lá, láaaaa”.

O mundo está louco! O mundo está doido! O mundo enlouqueceu com o novo jogo que saiu para os smartphones e que é um autêntico revival do sucesso da Nintendo dos anos 90 – o Pokémon.

Quem se lembra? Quem?! (Quem não se lembra do Pokemnon bem pode sair deste blogue, ok? Isso e o Dragon Ball). 

Agora pessoas deste meu Portugal já podem respirar de alívio. Acabou-se a espera! O jogo mais descarregado dos últimos tempos está finalmente disponível em Portugal tanto para dispositivos com Android como para iOS. 

“Marta, mas o que é isso do Pokémon GO?” Oi? Como assim!??! Vocês não sabem o que é que está a acontecer??! A febre, a loucura do momento é um jogo que recorre à realidade aumentada e permite aos jogadores capturar monstros de bolso que se escondem no mundo real. Sim, leram bem. Esses pequenos monstrinhos estão nas nossas casas, nas nossas ruas, nos jardins, nos museus, nas lojas e nas autoestradas do nosso país e nós para os capturarmos e avançarmos no jogo temos que levantar os nossos reais fofos do sofá e ir lá caçá-los. Sim, leram bem outra vez, têm que se levantar, andar e progredir no jogo.  

90's Revival: Pokémon Go chegou a Portugal

Claro que já aconteceram as coisas mais surreais do universo. Claro que já houve gente a invadir casa de vizinhos para apanhar mais monstrinhos e que já se ia matando na autoestrada para dar de comer ao Pokémon. Claro que uma mulher nos EUA já encontrou um cadáver no lugar de um monstro para o Pokémon… por isso, minha gente, tenham muita calma nessa hora, porque já vos estou a ver a passear na rua com o telemóvel em frente aos olhos a tropeçar na calçada a subir ao panteão ou a bater com a cornadura em sinais de transito. Atenção! 

90's Revival: Pokémon Go chegou a Portugal

Goste-se ou não se goste deste tipo de coisas, há que dizê-lo com frontalidade, a coisa está muito bem pensada. A ideia do jogo é simplesmente brilhante, sendo que já se contabiliza pelo número de utilizadores e downloads que tenha destronado o rei-Candy Crush nos Estados Unidos, já tem mais utilizadores activos que o Snapchat e o WhatsApp, para além de que já foi até considerado mais popular do que a pornografia, segundo a meca da marotice, o YouPorn. 

I shit you not!!!! A coisa está a bombar!!!!  

De acordo com o artigo, o mais impressionante deste hipe é que os utilizadores já passam mais tempo no jogo do que no Facebook. No Pokémon GO, a média por dia é de 33 minutos e 25 segundos enquanto no Facebook é 22 minutos e oito segundos. Eu digo ainda bem, porque se isto faz com que as pessoinhas que gostam de games levantem os seus reais-cus da cadeira e conheçam o mundo, nem que seja para apanhar monstrinhos, para mim JÁ GANHOU!!!!! 

Segundo dados recentes, o jogo rendeu cerca de 12,6 milhões de euros em apenas uma semana. No caso da Nintendo sabe-se que as acções subiram mais de 54%. 

(Soltem a música)
“Ressuscitou! Ressuscitou! Ressuscitou, aleluia-u-i-aaaaaaa”.

Foi através de um tweet ,na conta oficial do jogo, que foi anunciado que o Pokémon GO já estava disponível para Portugal, Espanha e Itália tanto para iOS como para Android.

Se querem instalar o jogo, saibam que podem fazê-lo a partir de agora, através das lojas de aplicações oficiais.

Agora atenção, se vão instalar e jogar o Pokémon GO tenham atenção à bateria do smartphone porque a autonomia vai ser menor. Clarooooooooo!!! 

Cuidado! Não se ponham agora a ser atropelados ou a invadir casas alheias porque querem que o vosso Pokémon pape mais uns monstrinhos. 
Não carece, ok!?

90's Revival: Pokémon Go chegou a Portugal
Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.