Be Yonest and Yellow

Be Yonest and Yellow
Sim!Sim! Apesar do silêncio I’m aliveeeeeeee!

Ahahahaha! Desculpem a pouca frequência na barraca, mas este recomeço de trabalho pós-férias está a ser demasiado animado, para quem está de depressão pós-férias e não sabe para onde se virar. Bom (estalo de língua)…

Há uns dias atrás vi num programa de televisão uma mostra de novos quiosques lisboetas, com produtos inovadores, criados por empreendedores (aviso já que não gosto muito desta palavra) portugueses. Pessoas com sangue na guelra que decidiram dar um chuto no destino e criar um negócio próprio. E senti que tinha que partilhar aqui na chafarica.

De todos os que vi, gostei particularmente de dois. Pelos produtos, pelo aspecto, pelo conceito em si e, porque, no limite já ia lá experimentar qualquer coisinha. Just saying!

O primeiro é um quiosque ambulante que produz na hora Iogurte Grego à Moda Antiga. E se é para ser purista que sejamos YONEST.

Be Yonest and Yellow

O quiosque do Yogurteman está de volta ao Saldanha, depois de um período de ausência para férias. Nesta banquinha podem conhecer e experimentar todo um novo conceito de iogurte grego.

Be Yonest and Yellow

Be Yonest and YellowExperimentem! Fica em frente ao Atrium Saldanha, em Lisboa.

O segundo negócio que me ficou aqui debaixo de olho foi a Yellow – Limonada & Co.
Já conhecem?

Be Yonest and Yellow

É possível que já tenham visto por Lisboa uma bicicleta Vintage a vender limões em movimento. O novo transporte fresco e sustentável vende limonada (tradicional e de frutos silvestres) em copo ou em garrafa (que são tãooo fofas).

Be Yonest and Yellow

Mas se já viste em dois sítios estes veículos, não penses que estás a ver a dobrar, que esta limonada não vem com cheirinho. Existem não um, mas dois. Um está estacionado no Jardim do Torel e o segundo está no Elevador da Glória, das 9h às 23h.

Be Yonest and Yellow

Vamos lá experimentar!?

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.