Blogue: o resumo de uma década

Blogue: o resumo de uma década

 

Confesso que, à partida, a tarefa de editar e revisar todos os posts do blogue, desde 2014, poderia ter sido uma verdadeira seca, se não tivesse encarado este trabalho de sapa como uma espécie de trip to memory lane.

E foi!

Se há coisa boa neste exercício de documentar a minha vida, os meus pensamentos e parvoíces, por muito que custe e que dê trabalho’pá’xuxu, é ter um resumo cronológico e sensorial dos tempos e da minha vida. É uma espécie de “querido diário” a céu aberto, com tudo o que há de bom e de mau nesse exercício. Porém, posso dizer-vos que nestes seis anos de partilha, o saldo é, sobejamente, positivo.

Este tempo de revisão fez com que me desse conta do que era a minha vida há seis anos atrás, o que pensava; pelo que me interessava; quais as incríveis oportunidades que acabei por ter; as pessoas maravilhosas que conheci e com quem trabalhei; e todos os projetos que tomaram forma neste estaminé à beira-mar plantado.

Porra, bateu aquela pontinha de orgulho.

Nada me faria crer, way back in 2014, que  esta “coisa” de ter um blogue, que serviu e serve como outlet criativo para as minhas mirabolâncias pessoais, me desse tanto prazer e satisfação.

Como já expliquei no post de rentrée, se o “The Coolunista” cumpriu com o seu dever satisfatório de exorcisar alter-egos necessários, o “Marta Neves” será o despontar deste espaço interior, cada vez mais assumido como, meu (só espero que isso seja uma coisa boa).

Mas vamos à parte divertida.

The Coolunista em números

Quando estava no processo de edição dos posts, comecei a fazer pequenas anotações para partilhar convosco o resumo de toda esta loucura.

Fiquem sabendo, pois, que, até 2019, foram publicados 1 128 artigos, há dois posts em rascunho e apenas oito publicações nunca viram a luz do dia. Porquê, perguntam vocês? Não faço a mais pequena ideia. Penso que foi só mesmo por uma questão de agenda. Comecei a escrevê-los mas, depois, não publiquei logo e perderam a atualidade. Just that!

Categorias, uma grande dor de cabeça

Este foi um dos momentos de maior descalabro na transladação para o novo estaminé digital. Com a passagem do primeiríssimo template em Blogspot para o renovado “The Coolunista” em WordPress, houve muita tralha que migrou e muita confusão, também (if i do say so myself).

De início, quando ainda não se falava em SEO’s e divisão de conteúdo para optimização nos motores de busca, colocava os meus textos associados a muitas categorias, na esperança de ele ser encontrado de várias formas. WRONG! (estão a ouvir o buzzer?)

O problema é que esta consciencialização só chegou ao fim do milhar de posts publicados. Shame on me, podem dizer.

O que vale é que a proeza saiu-me bem cara e, agora, neste processo de mudança tive de “limpar” tudo. Nunca a expressão out with the old, in with the new fez tanto sentido.

Se por um lado a tarefa de revisão tornou-se um desafio hercúleo, a limpeza serviu para perceber que (já desconfiava) o meu conteúdo está alicerçado em quatro, agora cinco, principais categorias: comportamento; entretenimento; coolómetro; youtube e podcast.

POW!!!!!

Qual será o futuro do blogue?

Depois desta grandeeeeee dose de reality check, percebi que não valia a pensa inventar e que regressar às origens é sempre a melhor opção de todas.

Depois de duas semanas e os olhos em bico, consegui dividir o meu conteúdo por estes cinco categorias.

No final, o mais interessante foi perceber que na categoria de “Comportamento” temos 389 artigos publicados; o “Coolómetroq2 tem 293 publicações; “Entretenimento” arrecada 334 artigos; o “Podcast”, coitadinho, ainda só tem o nosso piloto do “Vai dar Molho”; e o “Youtube” tem 113 inserções de conteúdo, nestes seis anos de vida. Yayyyyyyyyyy!

É muita fruta, Peeps!

Confesso que a categoria “Comportamento” só tem melhores número que a segunda classificada porque no início do blogue decidi fazer um desafio que consistia em partilhar uma foto por dia, com uma frase inspiracional, durante 100 dias seguidos, tentando, assim, aumentar a nossa felicidade. Ok… foi batota.

Por isso, podemos factualmente dizer e contrariando as minhas convicções, que a temática vencedora é a do… “ENTRETENIMENTO“. Woooo-hoooooooo!!

A verdadeira alma deste estaminé. Eu sabia!

Posto isto, já não há muitas mais desculpas. O caminho é em frente. O futuro já está traçado com mais entretenimento e parvoíce, lá está. Os números não metem 🙂

Ai e tal o blogue é meu e é sobre a minha vida e coiso e tal, mas isto só tem piada se vocês continuarem a achar tudo isto relevante. É por isso que quero saber de vocês.

O que é que têm mais gostado de ler e ver aqui no blogue?

Há alguma categoria que gostem mais? Querem ver, aqui, alguma temática que ainda não foi explorada?

Contem-me tudo, para o martaneves.pt bombar em 2020!

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.