Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!
Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Vocês sabem que eu sou uma sucker-for-weddings! Amo. Amo. Amo de morte um casamento. E sim, eu sou a louca que mesmo depois de ter casado (e de ter pirado no processo) continua a ir aos sites de casamentos só para ficar a babar sobre os ajuntamentos alheios. Ter ideias, ver coisas bonitas, inspirar-me. Sim, eu sou essa pessoa…

Vejo muitas imagens, muitas ideias de casamentos completamente diferentes e imagino-me a casar noutros cenários, com outros vestidos, mas SEMPRE com o meus maridão-da-vida. Neste processo de pesquisa / obsessão tenho percebido a evolução das tendências.
Vejam se concordam comigo:

Primeiro, começámos com os casamentos mais tradicionais, a bela da quinta, com a decoração a não fugir muito das opções que existiam nesses mesmos espaços e a falta de grandes alternativas ao mais comum.

Depois veio o Pinterest, os sites de casamento, as redes sociais, as wedding planners, os programas na televisão sobre o esbardalho alheio, os convites digitais, as sessões fotográficas antes-do-casamento, as depois, as de Trash-the-dress e as nossas mentes entraram em colapso.

Ele é boards no Pinterest, excesso de sinalética e mensagens em tábuas de madeira. Queremos coisas fofinhas, em cores menta da moda. Populam os photobooths com os milhentos assessórios. E se vejo mais alguma fotografia com um bigode a fingir, pendurado num pauzinho de gelado, juro, que vou vomitar. É moda! É verdade! E não há nada a fazer. Eu também tive na altura todas estas coisas e enquanto não passa a febre do word-up, do kitsh e do vintage, vamos continuar a perpetuar a estética. Nada contra, ok!?

Agora esqueçam as wedding destinations como último reduto para inovar e babar, porque há casamentos que sambam na nossa cara. São aqueles casamentos que vimos e que nos perguntamos: “Isto é mesmo de verdade ou são figurantes e modelos contratados para uma produção de alta-costura de moda da revista Vogue francesa?”. Eu perguntei isso quando vi estas imagens, quando vi este casamento. Is this for real?! (agora em inglês para ter mais força).

Mas é! É!
E são estes casamentos que lançam modas e que nos fazem pensar que o nosso foi uma seca! Que nos fazem acreditar que o mesmo ritual pode ser vivido e organizado de maneiras completamente diferentes.

Esqueçam o photobooth e a sinalética e concentrem-se neste Wedding Extravaganza em França. Ppppffff… Nem sei por onde começar… Ele é fumo cor-de-rosa a sair do lago. Um dress code que pede “máscara” específica. Vestidos de alta-costura. Tudo sob o tema das “Mil E Uma Noites”, ou melhor, das Mil e Uma Possibilidades, que é o conceito que sempre gosto de integrar quando penso num casamento. Vale tudo, menos arrancar véus!

E vocês? Qual foi o casamento mais espectacular, over-the-top onde já estiveram? E porquê?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Breaking Bridal: Estes casamentos existem mesmo?!?!

Que acham deste casamento? To much?! Ou desejo?!

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.