“Cara-de-pilinhas”: o novo tratamento de beleza que está a conquistar Hollywood

"Cara-de-pilinhas": o novo tratamento de beleza que está a conquistar Hollywood

 

Juro que não estou a gozar…

 

Quando uma pessoa achava que “dick face” ou, em bom português, “cara de car$%&/” (que é o insulto preferido do Maridão no trânsito, em hora de ponta) eram, apenas e só, impropérios que lançávamos, de quando em vez, quando queríamos retaliar escárnio, eis que vieram as grandes celebridades e anónimos-com-bagalhuço, provar que afinal a solução para uma cara impecável, luzidia, jovem, firme, luminosa reside num tratamento à base de: prepúcios-de-bebés-recém-nascidos.

 

A notícia foi destacada em vários órgãos de comunicação social, mas nem a partilha massiva da informação ameniza a perplexidade da evidência – existem pessoas (não acredito que sejam só mulheres) que estão a recorrer a um tratamento “revolucionário” – you bet your ass on that –  que consiste em colocar células de prepúcios de recém-nascidos coreanos (atenção à nacionalidade, não vale qualquer um) na cara, para combater o envelhecimento.

POW!

Tomem lá para início de conversa.

 

Escusam de ler duas vezes, de tentar compreender o incompreensível, de tentar salvar esta notícia, dar-lhe um sentido estético-filosófico, porque eu ainda estou com a minha torradinha com manteiga em pão de centeio e bebida de amêndoas com café a latejar na epiglote.

 

Eu poupo-vos o pensamento – isto é, SÓ, N.O.J.E.N.T.O!!!!!!!

 

Atrizes como Kate Beckinsale, Cate Blanchett ou Sandra Bullock tiveram a audácia de afirmar que já tinham experimentado, pela módica quantia de 650 dólares (cerca de 572 euros), tamanho néctar facial peniano e que os resultados foram “incríveis”.

 

"Cara-de-pilinhas": o novo tratamento de beleza que está a conquistar Hollywood

 

Porém, a comunidade cibernética, como sempre, implodiu. Não tardaram os insultos, as ofensas e a incredulidade face à revolucionária técnica belezística, que está a ganhar cada vez mais adeptos, lá para os lados de Hollywood.

 

Diz, quem sabe e conhece, que neste momento apenas um “atelier” (que é para parecer mais classudo) está a aplicar o sumo-de-beleza-vindo-de-mini-pénis-bebés (a redundância é pu’demais evidente). Está sediado em Nova Iorque, o que torna esta notícia ainda mais escabrosa.

 

Ora, pensemos em conjunto:

Várias são as celebridades e anónimos (malucos dos cornos) que estão a viajar quilómetros e quilómetros para ficarem, em bom português, com cara-de-pilinha (o uso do diminutivo é propositado), pela estimulação de produção de colagénio e elastina facial, através de fibroblastos retirados do prepúcio de bebés recém-nascidos .

 

I rest my case!

 

Desafio, quem estiver aí desse lado, a partilhar uma notícia tão rica, tão “rejuvenescedora” e tão nojenta que bata esta.

 

Não há, lamento…

 

"Cara-de-pilinhas": o novo tratamento de beleza que está a conquistar Hollywood

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.