Como não engordar 5 kg no Natal!?!?

Como não engordar 5 kg no Natal!?!?
Como não engordar 5 kg no Natal!?!?

NÃO! NÃO! NÃO!
Esta não pode ser a nossa máxima. Não há cá resoluções de Ano Novo que envolvam perdas excessivas de peso no lombo em tempo record.
Eu sei que é uma frase feita, mas não se ganha banha de Dezembro a Janeiro, mas de Janeiro a Dezembro. Sim, sim, até aqui tudo bem. Sou uma menina (gulosa) bem-comportada, faço exercício fisico regular, tenho atenção aos alimentos, tento seguir o caminho do “saudável”, mas… quando nos colocam uma mesa recheada de comidinha da boa e doces ao nível do ataque-de-glicémia? Exactooooooooo!!! Aqui é que esbardalhamos tudo. Lá se vão os abdominais, as aulas de RPM, as maratonas de fim-de-semana e a musculação diária. Foi-se! Fim! E depois, que uma pessoa não vai para nova e a velhice já pesa nas ancas, para perder aqueles quilinhos é que é mais dificil. Ui, ui, se é!

Numa tentativa de zelar pela nossa figura e sanidade, que ninguém quer começar 2015 a sentir-se a maior lontra de todo o sempre, pensei numas dicas Christmas-Slim-Friendly para nos ajudar nestes dias de enfarta-brutos.

A saber:

1) Tentem, tentem, tentem fazer exercício fisico na semana do Natal (24 e 25 incluídos). Primeiro porque vamos ficar a pensar que apesar de termos comido duas azevias, três coscorões, uma mousse, uma fatia de tronco de natal e cinco sonhos, tá-se beeeeem. Segundo, porque quando sentirmos que não estamos tão leves na corrida, vamos perceber que estamos a enfardar demais. Boa?

2) Nos dias antecedentes e precedentes ao Natal façam sempre refeições leves e light. Assim, podemos mudar o nosso “shit-day” para 24 e 25 e arrumamos todos os nossos desejos e excessos nestes dois dias. Fim!

3) Nos dias de festejo, tentem evitar, ao máximo, as entradas, os patés, os queijinhos, o pãozinho, a broa, e demais amuses-buches do DEMO. Concentrem-se nos pratos principais, que para a ocasião, até são saudáveis. Bacalhau cozido com couves é praticamente comida de hospital, e o perú no forno com uma saladinha é quase menu de Ágata Roquete. Por isso focus, people, há esperança para nós.

4) Quando estiverem perante a mesa dos repastos, durante e a seguir, MEXAM-SE! Eu sei que é uma seca, mas sejam os convidados mais pro-activos da vossa ceia. Ponham a mesa, levantem a mesa, lavem a loiça, ponham as coisas para a sobremesa, areiem os tachos, levem o lixo, distribuam os presentes, etc. Façam qualquer coisa para não se alaparem às cadeiras e, de seguida quase a rebolar, ao sofá. É que assim, Migas, ná’milagres!

5) Sugiram um jogo engraçado e dinâmico com a família. Levam um Party & Co e joguem todos lá em casa. Não têm?! Não há problema. Façam um simples jogo de mimica que não necessita de mais nada a não ser das vossas macacadas. Desta forma, toda a gente se mexe, ri e queima calorias. Ou…ou… um Sing Star. Pronto já dei a dica.

6) Comigo este truque resulta sempre. Eu sou fã do “pijaminha de sobremesas”. Em vez de comerem TODOS os doces, um de cada vez, em quantidades industriais que dava para alimentar uma família da Somália, optem por colocar num único prato um “ratito” de cada doce preferido. Deste modo, ficamos com uma sensação de saciedade, matamos o bichinho and at the end comemos todos os doces que queríamos, mas em quantidades aceitáveis para o bom funcionamento da diabetes!

7) Última dica: sempre que puderem AFASTEM-SE da mesa dos doces e da comida e fechem essa boquinha linda que Deus vos deu. É… tipo, tipo… infalível!

Bom (estalo de língua)… se, mesmo assim, não conseguirmos seguir estes “Mandamentos Fitness Natalícios”, o mais provável é chegarmos assim a Janeiro.
Depois não digam que não sou vossa amiga.
Be Cool, don’t be Fat!

Como não engordar 5 kg no Natal!?!?
Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.