Crónica “New in Town”: Chez Marie em Lisboa

Crónica “New in Town”: Chez Marie em Lisboa
Crónica "New in Town": Chez Marie em Lisboa

Esta crónica é sobre a simplicidade das coisas boas e a Marie à Lisbonne é um grande exemplo disso.

Se é daquelas pessoas que não gosta de arranjar o cabelo num sítio cheio de pessoas, com as revistas do social, muito burburinho, secadores à mistura, então este é o sítio certo para vocês!

No Marie à Lisbonne, a Marie Sabatier (que dá o nome ao espaço) recebe cada cliente como se de um amigo se tratasse, num ambiente totalmente diferente do que já experimentámos, alternativo e inovador.

Desde o momento em que entramos no n.17 da Rua Marcos Portugal, junto à Praça das Flores, sentimos a proximidade de entrarmos em casa de “alguém”, de Marie. A francesa que se apaixonou por Lisboa há 10 anos. A sua paixão pelos cabelos alheios surgiu ainda jovem. Aprendeu a arte do cheveux com Jean Marc Argiller e depois com o guru Jacques Dessange. E por iniciativa deste seu último mestre, começou a viajar pelo mundo para dar formação, em sítios tão diferentes e distantes como Buenos Aires, Quebec ou Moscovo.

Mas foi pelo Bairro Alto, pela nossa capital alfacinha, que se apaixonou e decidiu montar arraiais. O Mundo que viveu deu-lhe a confiança e o conhecimento para apostar num conceito que vai de encontro ao que muitas mulheres procuram – simplicidade e mestria.

O salão-casa tem uma lareira convidativa e o lanche convida a chá e macarons (influências mais do que francesas, de total bom gosto). Na sala “onde a magia acontece” há apenas um espelho, que reflecte uma Marie-artista a performar nas nossas cabeças. Nos ombros recai uma toalha vinda da Turquia (reminiscências de um passado saltimbanco) e na bancada uma pequena, mas distinta, selecção de champôs, quase como se estivéssemos em nossa casa.

Se ficaram fãs deste conceito e desta intimidade façam já o vosso telefonema que a Marie atende todos os dias, mas SÓ com marcação. Trés chique!

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.