Crónica “New in Town”: Carta aberta a Zuckerberg por este Facebook mais emotivo #sóquenão (emoji espantado)

Crónica “New in Town”: Carta aberta a Zuckerberg por este Facebook mais emotivo #sóquenão (emoji espantado)
Crónica "New in Town": Carta aberta a Zuckerberg por este Facebook mais emotivo #sóquenão (emoji espantado)

E eis que o grande dia chegou – Os Emojis chegaram ao Facebook!
(Silêncio)
Quero regozijar num combo fofinho e festivaleiros de bonecada, mas não consigo. Não estou a conseguir….
Fiquem sabendo que Portugal foi o quarto país escolhido pela rede social para testar os pequenos ícones como resposta a conteúdos partilhados. Pppppfffff… Vá-se lá saber porquê.

Depois da Irlanda, de Espanha, do Chile, e das Filipinas os utilizadores do Facebook em Portugal podem a partir de agora “abonecar” mais que do um singelo “gosto” como reacção normal a um post publicado na rede social. Só um polegar-amigo-para-cima? Nãoooooooooooooooo!! Qué’isso, minha gente! Coisa pouca para os dias de hoje. Conhecendo esta necessidade quase, direi, doentia de comentar o tudo e o nada, o Livro das Caras disponibilizou a funcionalidade “Reactions”, através da qual sete emojis podem também manifestar outros estados de humor do utilizador.

Pois que as “Reactions” funcionam como uma extensão do botão “gosto”, que depois de accionado pelo utilizador passa a dar acesso a sete emojis, incluindo a famosa mão azul. Dizem os criadores desta nova funcionalidade que é para descomplicar o feedback e para ser mais fácil que um comentário. Bom (estalo de língua), só me apraz dizer que estas pessoas não devem ter muitos amigos na sua conta (não terão, de certeza), nem tão pouco devem ir muitas vezes ao Livro das Carantonhas, porque, meus amigos, as pessoas do Face não se coíbem de comentar e não precisam de bonecos para substituir as suas queridas (na sua maioria más) palavrinhas. As pessoas querem falar! Querem desopilar com tudo e com todos e o Facebook tem sido o ópio do povo (já dizia o outro).

Agora, o “gosto”, “adoro”, “riso”, “alegria”, “surpresa”, “tristeza” e “ira”, que são os estados representados pelos pequenos ícones, são pra’MENINOS!
É mais lenha para a grande fogueira dos indignados-comentadores-de-redes-sociais (que deveria constar de uma designação homologada num dicionário qualquer, obrigada!). Sim, são pela positiva e quê? Vocês já viram como funciona a mente dessas pessoas? Qualquer coisa que uma pessoa diga tem sempre um segundo significado – MAU. Sempre MAU! Por isso, esta será só uma forma mais ilustrativa de insulto.

Crónica "New in Town": Carta aberta a Zuckerberg por este Facebook mais emotivo #sóquenão (emoji espantado)

Zuckerberg recusa-se a transformar o Facebook “num fórum onde as pessoas fazem apreciações positivas ou negativas sobre as publicações dos outros”. Segundo a rede social, os utilizadores “querem poder expressar empatia”. Oh, meu filho não andas mesmo a mexer no brinquedo, pois não? Zuckerberg parece aqueles pais que são chamados ao infantário porque o filho é uma peste e eles, para além de justificaram o mau comportamento dos seus filhos à frente da professora com argumentos indescritíveis, vão para casa passar a mão pelo pêlo da santa ignorância. MENOS!

Trin-triiiinnnnnn (som de telefone)

“Chamada para Zuckerberg”
“Quem é?”
A REALIDADE DO FACEBOOK!

Hello amigo geek, smell the coffee e repensa lá esta questão. Não sei se a maior parte de nós quer mais uma coisa para se preocupar quando apenas quer fazer um scroll do feed de noticias e alimentar-se da vida dos outros. Não quer! Queremos poucas opções. Queremos apenas um polegar para cima. Um gosto. Ou simplesmente… NADA. Nada é bom! É melhor do que outra coisa qualquer que já pode ser interpretada de mil e uma maneiras diferentes. E vocês sabem que eu ADORO um bom bonequinho na altura certa. Vale, literalmente, mais do que mil palavras, mas… mas no Facebook é só mais uma coisa a ajudar ao ruído. Porque é que uma pessoa tem que estar sempre a classificar o seu humor ou o que sente? Vocês sabem a quantidade de pessoas que nem sequer sabe como se chama, quanto mais se cada imagem que deslizam as faz felizes? Ai, agora estou feliz. Não, agora já estou triste. Pronto, nesta apetece-me rir. STOP IT! É muita esquizofrenia sentimental pública. Depois admiram-se das pessoas estarem todas avariadas das suas tétes. É muito pressão! Olhem, NÃO GOSTO! Já agora, onde é que está esse botão? (emoji zangado).

É que esta é mais uma maneira de não compreendermos o que os outros querem dizer quando comentam alguma coisa nossa. Potencia o insulto pela positiva (quase de certeza). Contribui para mais relacionamentos confusos na Internet. E despoleta uma dualidade de sentimentos sempre que queremos só saber se alguém “gostou” ou “não” da nossa mísera e singela foto. Just that.

Obrigada querido Zuckerberg por teres tornado a nossa vida no Facebook muito mais facilitada. #SÓQUENÃO!
(Emojis de menino + computador + arma apontada à cabeça) 

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.