É uma mesa? É uma cama? É O Super-Homem? Não! É um drama familiar! | Weekly Vlog 9 | 2018

É uma mesa? É uma cama? É O Super-Homem? Não! É um drama familiar! | Weekly Vlog 9 | 2018

O apanhado de “best-off” desta semana de Julho foi uma autêntica manta de retalhos de bocadilhos esporádicos que aconteceram e que nada têm que ver uns com os outros. Boa maneira de captar a atenção, right?!

Sem querer revelar muito, só vos posso dizer que a Concha está oficialmente de dieta.

Tant, tan, tan, taaaaannnnn!

Estamos a experimentar uma nova forma de alimentar a nossa filha-de-quatro-patas. A Conchita está mais saudável, mais fitness, mais lindona para divar no areal de Verão e vestir o seu biquini de pele-premium-delux sem refegos acessórios. Contamos tudo neste vídeo sobre a dieta revolucionária, cujos efeitos já se fazem sentir.

Houve também espaço para alguns almoços catitas, passeios com amigos na Tapada de Mafra, lançamento de novos produtos da Nuxe, idas à praia e escapadinha para a nossa xuxu-Comporta.

Mas! Mas… lá piéce-de-lá-resistence foi mesmo o drama familiar à volta de dois maples caseiros – uma mesa e uma cama – que aterraram em nossa casa.

A história é quase como o mistério do “ovo e da galinha”. Qual apareceu primeiro? EXACTO!

Pode parecer confuso, mas não é. E não é porquê?

Porque EU, euzinha, demoro mais de 10 minutos (uma eternidade televisiva) a explicar todooooo um episódio de entrega de uma cama e de uma mesa, que vieram do estrangeiro directamente para chez-moi.

Só vos peço para aguentarem. Depois de tanto detalhe e pormenor (como eu tanto gosto de evocar) a história até tem alguns resquícios de interesse. Alguns!!! Também não vale a pena estar a embandeirar em arco. Muita calma nessa hora.

Parcimónia aqui com a contadora de histórias e carreguem nesse play, que pelos vistos não é só na conversa que estou a ficar chata, também é na escrita.

Valha-nos Nossa Senhora!!!

#CORAGEM

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.