Freeport Alcochete, what’s wrong with you??!

Freeport Alcochete, what’s wrong with you??!
Freeport Alcochete, what's wrong with you??!

Hoje tive a excelente noticia de que tinha direito à minha tarde de quinta-feira em modo férias Pascais antecipadas. Acho que não há nada melhor do que se saber que se vai mais cedo para casa, temos a tarde para fazermos o que nos dá na real gana, quase como aquela sensação de encontrarmos um nota escondida num bolso de umas calças que já não usamos há muito tempo… get it?!

E o que é que eu fiz, meus senhores e minhas senhoras!? Fui lamber montras (salvo seja) para a baixa e depois acabei, vá-se lá saber como, no Freeport Alcochete. Assim, um petit desvio. Eu sei, nada a ver! Mas queria ir lá para ver se encontrava umas pechinchas boas, nunca mais tinha botado lá as patas e queria ver como paravam as modas. Literalmente.

Eu sei que não foi no século passado que lá fui, muito menos há mais de 6 meses, daí o espanto que quero partilhar com vocês: o que é que se passa com o Freeport??!
Percorri as minhas lojas do costume e N.A.D.A! Zero! Não encontrei NADA de jeito. Nem uma pecinha que dissesse “hum… que catita, vou levar”. NADA. Estava tudo depenado, super escolhido, colecções passadas das passadas e eu sem poder fazer o gosto ao dedo e feirar decentemente. Está mal. Logo hoje que recorri às compras como bálsamo regenerador para a alma. Não há direito. É que citando Carrie Bradshaw “Shopping is my cardio”!!!!

Só safou a ida, a gasolina e a portagem por um par de botas do género que andava à procura há muito tempo para substituir umas que tenho velhinaaaaaas, velhinhas de estimação.
As botas são da Mango, eram 100 e tal euros e comprei-as por 49,90€. Mui bueno, non?!

Freeport Alcochete, what's wrong with you??!

Mas de resto vim de lá desacorçoada. Que se passa Freeport Alcochete? Estás bem? Precisas de ajuda? Será que sou eu que preciso de ajuda a fazer compras lá? Help!
Aceitam-se sugestões ou justificações.
Feel free to share. 

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.