From bullied girl to prom queen

From bullied girl to prom queen
From bullied girl to prom queen

O bulling é das coisas que mais me perturba, que mais me preocupa, que mais me indigna. Quem é que tem o direito de aterrorizar, demonizar e criticar alguém over-and-over-again só porque sim!??! Só porque tem um prazer mórbido de causar terror e medo noutra pessoa?!? Não consigo perceber…

A sério, para quem está desse lado que é bullie, por favor, PARE!
E para quem já sofreu ou sofre de bulling só vos posso dizer para terem sempre orgulho de quem são, da vossa individualidade, não baixem os braços, procurem ajuda e continuem a ler este post, porque esta história é super inspiradora. São estas histórias que nos fazem pensar que caso a caso podemos mudar mentalidades. Esta é the ultimate revenge para os bullies. PUMBAS!

Conheçam Kyemah McEntyre, uma jovem de 18 anos de New Jersey e descendente africana. Ela tem sofrido bullie desde sempre por causa das suas origens africanas. Mas a sua forte personalidade conseguiu transformar os insultos em força e o bullie na melhor “vingança” que qualquer pessoa que já falou mal dela poderia ter.

Kyeman postou no Instagram uma fotografia sua, no vestido que levou ao seu baile de finalistas, criado por si, com uma inspiração africana. Este post, acompanhado por um texto poderosissimo que versava sobre a aculturação e a aceitação da diferença, tornou-se viral e a Power Girl rebentou com a internet. Depois deste post, ela foi eleita Prom Queen e mostrou não só à sua escola como ao mundo, que ser-se forte e defender a nossa individualidade é the ultimate revenge que se pode dar aos bullies.

You Go Girl!!!!!

From bullied girl to prom queen
Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.