Helena, és um murro no estômago-inspiracional

Helena, és um murro no estômago-inspiracional
Helena, és um murro no estômago-inspiracional

Mais uma vez a inShape desafiou-me. Pediu-me para fazer uma entrevista reveladora e intimista que ajudasse a inspirar. Propósitos grandes, disse.

Conheci a Helena na manhã do dia em que gravámos. Muito simpática, recebeu-me com um sorriso nos lábios. Eu sabia superficialmente alguns pormenores da sua história, mas queria fazer uma descoberta guiada ao sabor das perguntas e das palavras que estaria disposta a partilhar. Mas nada fazia prever o que estava para vir. Ela conseguiu-nos sensibilizar ao ponto de questionarmos muitas das nossas certezas e de colocar uma lágriminha no canto do olho de todos os elementos da equipa (e olhem que eram todos homens).

Mas ela é assim. Intensa, obstinada, forte. E estes adjectivos são dela, construídos por ela no pior dos seus momentos. Ela foi a rapariga a quem aos 23 anos lhe diagnosticaram um cancro. Um diagnóstico que nenhuma jovem mulher espera ouvir, quando  desde sempre dedicou a sua vida às escolhas mais saudáveis e a cuidar de si o melhor que sabia.

Digo que a Helena é um murro no estômago inspiracional, porque depois de a conhecermos queremos ficar sensibilizados com a sua “sorte”, mas depois sentimo-nos impelidos a agir. Porque na depressão de um diagnóstico que tudo apontava para um momento estático, a Helena decidiu contrariar todas as expectativas (e ordens dos médicos) para se entregar ao único tratamento que lhe servia a alma – o exercício físico.

Hoje ela é uma pessoa que teve cancro, não é sua vitima. Lutou. Correu. Levantou pesos, para se livrar do seu. E fundou a My Chemical Fitness para exorcizar as suas experiências, partilhar informação sobre a sua recuperação e ajudar todos os que estão a passar pelo mesmo, mas que têm, como ela, uma paixão pelo fitness.

Não vos vou contar muito mais, porque prefiro que vejam a entrevista. Ter a Helena a contar, na primeira pessoa, é mais impactante e, sem dúvida, mais inspirador.

Há uma frase dita pela Helena que me vai ecoar na alma e no coração, que vou levar comigo para sempre:

“Se a minha desculpa não era o cancro, qual é a tua?”
Obrigada Helena! 
Tens um destino muito grande à tua frente.

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.