Introducing… Mr. and Mrs. Clooney

Introducing… Mr. and Mrs. Clooney
Introducing... Mr. and Mrs. Clooney
Fonte para todas as fotos deste post: People.com

E ainda na senda do tema casamento, juro que não foi premeditado, eis que o comentário ao casamento mais badalado do ano, sim Brad Pitt e Angelina foram ultrapassados (largamente), tinha que imperar aqui no estaminé.

Vá mulheres, preparem os vossos chicotes porque isto vai ser a doer.
Não, eu não sou a típica mulher que gosta do George Clooney. Pronto já disse. NÃO SOU! Lamento. E não estou a dizer isto para fazer género. Simplesmente nunca fui.
É que se ele ainda fosse aquele cota charmoso, giraço, tipo tipo Paul Newman, Marlon Brando, ou coisa do género, eu ainda percebia, mas George Clooney nunca foi um fetiche meu. No way, Gorsé! (gostaram do trocadilho?) Podem ficar com ele, amigas. É que… tipo… não!

Por isso, este comentário ainda ganha mais força porque é completamente desprovido de segundas intenções ou invejazinha da branca. Totalmente imparcial.
Ora bem… claro, George Clooney para esfregar na cara que é o bachelor dos bachelors tinha que fazer um “go big, or go home”. Veneza foi o palco para acolher esta história de amor altamente badalada. Foi no passado dia 27 de Setembro, que deram o nó, transformando Veneza em Hollywood. Mulheres roam-se de inveja, mas foi a advogada que tirou, de vez, os direitos (dos outros) humanos a Cloney, numa cerimónia de babar pela chiqueza dos canais.

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

Se querem que vos diga, e não é para me armar em mete-nojo, já lá estive em Veneza e…no thanks. Sim, é giro e tal… Os canais são engraçadotes, porém mal-cheirosos (dependendo da maré). é um cenário completamente diferente do que já se viu, é sim sra. Mas… não é romântico. Para mim o romantismo está associado a outros cenários, a outros contextos. E digo-vos, já estive em Veneza duas vezes e aquilo à noite é CREPY! Cuidado!

Portanto, logo aqui, na location, o casamento não me conquistou. Foi “over the top”? Sim! Mas o que é que esperavam? Ele tinha que continuar a deixar as senhoras deste mundo a sonhar. É que mesmo casado as meninas/mulheres suspiram. Clap, clap, clap por isso George, amigo.

Em relação às farpelas?! Bom, digamos que não me encheu as medidas. Ele está bem. dispõe (como seria de esperar), mas ela está… aquilo que esperava também – coquette-armada-em-realeza. Faz o género dela, o vestido cai-lhe bem, porque a rapariga é muito elegante e exótica, but that’s it. Não vamos cá embandeirar em arco!

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

Agora, a Angelina deve estar a rebolar no chão do Cambodja, porque a mulher do amiguinho do seu marido (amo este quadrado) deu-lhe 10 a 1000 ao seu vestidinho home-made.
Na altura não consegui comentar com a actualidade que o evento merecia e não escrevi nada sobre o assunto, mas agora em sede própria faço um 2 em 1 e levas já por tabela Angie. Estava medonho!

Já sei que me vão cair em cima e que há opiniões muito contrárias em relação ao vestido dela, mas ninguém me tira esta opinião da cabeça: a mulher mais bonita do mundo, com acesso aos melhores vestidos do universo, que já fez cair queixos na passadeira vermelha, que deve acordar com cara de Vogue, casa com o homem mais desejado do planeta, giro de morte e veste aquilo no dia em que eternizam o seu amor?!?!?!?!? Amiga, MAIS! Muito muito mais. Estás a casar com o Brad Pitt, esforça-te um bocadinho, por favor. Até cai mal. Citando o meu querido pai: “Não sabes o que é amar a Deus de beiço caído”.

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

E nem os desenhos das crianças não me aqueceram a alma. Não sei se foi uma manobra publicitária ou se foi pensado com simbolismo, mas aquilo soou-me a falso. Se a vida deles já é tão badalada e pautada pelos filhos e por aquela família gigantesca, o casamento deveria ter sido sobre eles. That’s my honest opinion. E digo mais!! Quem se casa assim, sem se ver ao outro, apenas focado noutras coisas, é porque tem algo a esconder, ou precisa disso para validar qualquer coisa que não existe. Oh para mim a dar-lhe na psicologia barata ou no esotérico. Hoje estou muita forte.

Back to Clooney.
Só me apraz dizer que a senhora deu também um show de elegância nos dias em que botou pé em Veneza. Modelitos criteriosamente escolhidos da cabeça aos pés. Estiveste(s) bem.

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

E pelas fotografias, aquilo só pode ter sido super, hiper, glamouroso. Tudo muito em chique, tudo muito em barcos, tudo muito em griffes. Do melhorzinho que se tem visto. Mas não querendo lançar boatos, que eu não sou pessoa de más-línguas, onde é que está o Brad e a Angelina? Hum… deixo a desconfiança no ar…

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney
Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

Introducing... Mr. and Mrs. Clooney
Introducing... Mr. and Mrs. Clooney
Introducing... Mr. and Mrs. Clooney

Ela podia ter grifado melhor, mas Amal, lá te safaste. Podes ir de lua-de-mel à vontade, mas com uma pulseirinha com o olho do mau-olhado que isto anda pela hora da morrrte migah (ler com sotaque setubalense).
Vai lá dar um cacholada nos canais para refrear os ânimos e abençoar a anilha.
Um grande bem-haja. Felicidade aos Clooneys. 

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.