Joe, o mendigo Playboy

Joe, o mendigo Playboy
Joe, o mendigo Playboy
Fonte: businessinsider.com

Conta-nos o Observador que há um mendigo, loiro, nova-iorquino que admite dormir pleo menos quatro noites por semana em casa de mulheres que o convidam para passar a noite com elas.
Vai-se a ver e se calhar ele não é bem sem-abrigo, porque tecto não lhe falta.

Bom (estalo de língua!),  mas perguntam vocês: como é que é possível?
Joe, refere que o truque é não ter aspecto de mendigo (seja lá o que isso for).

Expulso de casa quando a mãe descobriu drogas no quarto, este D. Juan garante que consegue dormir numa cama porque, diz, a velha canção do bandido ainda continua a dar frutos – se tiver sucesso no date, dorme em casa de mulheres e passa a noite com elas. Espertoooooooo!

Esta história foi tornada pública através do canal Elite Daily no Youtube

Não sei se alguém está a conseguir achar algum glamour nesta história, mas desenganem essas mentes atrevidas. O dia de Joe é igual ao de tantos outros sem-abrigo. Ele mendiga e luta por uma moeda. Mas qual Cinderela de Nova Iorque, quando a noite cai o D. Juan ataca.

Joe, refere que não é o prazer de estar com uma mulher que o motiva, mas a “oportunidade de dormir debaixo de um teto e tomar banho”.

E o segredo, revela, está na atitude e na higiene. Tratar do cabelo, da cara e controlar os “cheiros” são essenciais para a conquista. Faz o grooming na secção de limpeza das lojas com casa-de-banho particular. E em relação à roupa, a resposta não poderia ser mais óbvia “há quatro roupas boas, Nenhuma é má”.

O mendigo playboy chega a ganhar em média 150 dólares por dia. Contudo, Joe admite que “se não bebesse” e não “se drogasse era possível arranjar uma casa, mas é impossível ser mendigo e não beber e me drogar”.

Um ciclo vicioso de onde é difícil sair, confessa.

Por mais irónico que possa parecer, na cidade que nunca dorme, há quem apenas queira dormir debaixo de um teto e que viu na sua aparência uma oportunidade de pelo menos, por umas horas, dar um chuto no karma e fingir que é apenas outra pessoa que não quer ser.

No final, Joe paga o jantar e segue o seu caminho à procura de um novo sítio para dormir.
Quantos não haverá…

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.