“Le Bus”: A La Redoute está mesmo mais perto de nós!

“Le Bus”: A La Redoute está mesmo mais perto de nós!
"Le Bus": A La Redoute está mesmo mais perto de nós!

A minha historia com a La Redoute é velhinha, velhinha. É uma relação de amizade, de família. Desde que me lembro, a chegada do catálogo da La Redoute a nossa casa era um acontecimento. Recordo-me de chatear os meus pais, quase dia-sim dia-não, para saber se o livro-da-moda já tinha chegado ao nosso correio. Meses, semanas, dias de expectativa, que distavam a ansiedade que palpitava entre as páginas gastas, vistas e revistas, do catálogo anterior e a descoberta de um novo por desfolhar.

Quando finalmente chegava o dia fazia-se o ritual: eu e a minha mãe sentávamos no sofá e, juntas, víamos TODAS as páginas, comentávamos os looks, falávamos sobre “o que se ia vestir” na temporada que estava para vir. Fazíamos inventários mentais ao que nos faltava no armário e sonhávamos com a próxima encomenda. Parece excessivo, mas não é! Lembremo-nos de que esta era uma época em que a moda não estava assim tão acessível, que os looks mais arrojados não estavam ao alcance de todos. A La Redoute simbolizava para mim isso mesmo – a possibilidade de se ter AQUELAS peças que apenas víamos nas publicações estrangeiras e partilhar de um momento mãe-filha que vou recordar para sempre.

Depois era só fazer uma lista do que mais gostávamos e preencher o formulário de encomenda. Sim, eu ainda sou do tempo em que as encomendas tinham que ser escritas. Como devem calcular, tudo mudou quando passámos a poder encomendar on-line e quando conseguimos pesquisar os artigos através do nosso computador.

Ainda hoje é assim! Apesar de ter saído de casa dos meus pais há uns anos, sempre que chego lá à casa de família e há catálogo novo, fico horas no sofá com a minha mãe a desfolhar. É um ritual que se mantém e que nem eu, nem a minha mãe queremos abdicar. Porque há coisas que ficam. Que nos marcam. Como um excelente casaco, ou um indestrutível par de calças de ganga. A intemporalidade marcada pela qualidade dos momentos fica-nos cá dentro.

Por isso, fiquei super contente quando soube que a La Redoute está cada vez mais perto de nós! O quê?! É isso mesmo. Ouviram bem! Se são como eu, fãs, fãs, fãs da marca apontem já nas agendas e agarrem nas vossas carteiras, porque o convite é muito irresistível.

A La Redoute chega-nos, agora, não em forma de papel ou ecrã, mas em formato REAL!!!! Exacto! Vamos poder ver artigos seleccionados, experimentar peças ao vivo e até ter aconselhamento personalizado. UAU! Onde? Num autocarro bem perto de nós! Digamos que é a itinerância da moda ao nosso dispor.

O bilhete para esta viagem da moda é grátis e a paragem está marcada para vários dias, em vários locais do nosso país. Além de Lisboa, Porto, Leiria, Coimbra, o Bus da La Redoute vai estar onde? Onde? Onde? Na minha cidade do coração – SETÚBAL!!!!!! Yayyyyyyyyyyyyy!!!!

Desculpem a pressa, mas… é já HOJE e AMANHÃ, portando dia 22 e 23 de Junho, que as beldades setubalenses vão poder apanhar viagem na Avenida Luísa Todi para ver, em primeira mão, este autocarro da moda que pica bilhete das 10h às 20h. Aceitam o convite?

Eu vou lá estar amanhã ao final da tarde. Clarooooooooo! (Achavam mesmo que ia perder esta oportunidade?) Estou a fazer muitas figas para que a minha mãe possa vir comigo, porque acho que seria uma experiência para lá de espectacular.

Não se esqueçam de aparecer e, melhor, de participar! Quem for ao Le Bus partilhe nas suas redes sociais e com os amigos a experiência. Divulguem fotografias e vídeos. Sempre que o fizerem utilizem a hastag #LeBus para que estes registos possam aparecer em http://www.laredoute.pt/myredoute.aspx

Aceitam o convite para esta viagem?

"Le Bus": A La Redoute está mesmo mais perto de nós!

*Texto escrito em parceria com a La Redoute

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.