Quem nunca?!:O drama das camisolas que picam!!!!

Quem nunca?!:O drama das camisolas que picam!!!!
Quem nunca?!:O drama das camisolas que picam!!!!

Ah pois é, bebé!
Quem é que é amiga? Quem é?

Chegamos a esta altura do ano em que o friozinho já pede uma camisolinha bem grossa de lã e parece que estamos sempre a usar as mesmas, porquê? Porque enfiámos todas as que picam no fundo da gaveta, usámo-las uma só vez e depois de termos estado todo o dia desconfortáveis e a coçar-nos como se tivéssemos uma infestação de pulgas (não que eu saiba o que isso é) desejámos para nunca mais e enterrámo-las bem lá no fundinho para esquecer.

Só que isso é um desperdício do pior! Ás vezes são aquelas mais lindonas, que têm aquele padrão que gostámos tanto e agora estão lá para a traça comer? Na, na nim, na nãooooooo!!!
Vamos ressuscitá-las e dar-lhes nova vida… USÁVEL!

Féte atención meninas e meninos que vai acontecer aqui magia. Tirem o papel e a caneta que eu não duro sempre.

Como tirar os picos das camisolas em 5 PASSOS:

1. Num local próprio misturem água fria com algumas colheres de sopa de vinagre de cidra. Virem a vossa camisola ao contrário (do avesso) e submerjam-na nessa mistura, garantindo que está completamente saturada; depois escorram-na;

2. Enquanto a camisola ainda está húmida massagem-na com um bom condicionador de cabelo. Tentem não esticar muito as fibras da camisola neste processo;

3. Deixem actuar o condicionar durante 30 minutos, depois retirem todo o excesso de produto com água fria. Pressionem gentilmente a camisola para retirar a restante água, de forma a que a mesma não perca a sua forma original (não a amassem demais);

4. Coloquem a camisola sobre uma toalha turca e deixem-na secar flat (bem direitinha). Quando estiver completamente seca, dobrem-na muito bem e coloquem-na num saco de plástico com fecho.

5. (Não se assustem!) Coloquem o saco de plástico com a camisola no frigorífico durante a noite toda e de manhã… voilá! Não vai picar NUNCA MAIS! Magia? Nãooooo! Ciência da fibra, amigos! O condicionador em conjunto com o vinagre de cidra fazem com que as fibras da camisola fiquem suaves e o frio do frigorífico previne as fibras mais pequenas de saírem cá para fora.

Não se esqueçam, se experimentarem este processo comentem aqui em baixo como foi e como ficou o resultado final. Quero saber se consegui ressuscitar essas camisolas do fundo da gaveta e dar mais opções ao vosso guarda-roupa de inverno.

Boas experimentações Mutchatchas!!!!

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

1 Comment

  1. Fernanda Paisana
    Janeiro, 2018 / 1:31 am

    Vou experimentar ❤

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.