Se me dissessem que tinham comido os meus doces todos, eu também ficava assim

Se me dissessem que tinham comido os meus doces todos, eu também ficava assim

Se me dissessem que tinham comido os meus doces todos, eu também ficava assim

DON’T MESS WITH MY CANDY!

Acho que é legitimo dizer isto, sobretudo para uma super gulosa como eu! Façam-me tudo, mas não me roubem os doces ou as sobremesas.

Aliás, não há nada pior do que aquela pessoa que diz que não quer nenhum doce porque “não aprecia” e depois passa a vida a ratar do nosso pijaminha das sobremesas. Ou quando nos pedem para dar uma trinca no chocolate e levam-nos quase a metade da tablete. Ou, ou…, o pior de todos, nos pedem para dar uma trinquinha no gelado e ficamos com o cone na mão. Sim, pai, esta boca é para ti e para toda uma infância destruída e de lágrimas nos olhos.

Agora, se nós não gostamos que nos mexam nos doces (ou no prato dos queijos, vá!), imaginem as crianças. Mais! Imaginem as crianças americanas que andaram a labutar, de porta em porta, a pedir “trick or treat” na noite de Halloween, a sonhar com a altura em que vão despir o fato de caveira e alambazar-se em reese’s e, de repente… NADA! NIENTE! ZIT! O nosso paizinho ou a nossa mãezinha dizem-nos que comeram, alegadamente, todos os nossos doces.

Se me dissessem que tinham comido os meus doces todos, eu também ficava assim

AHAHAHAAHHAAHAHAHHAH! ou melhor… BUÁAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!

(Ler com entoação de Artur Albarran) – “O PÂNICO! O HORROR! A DESGRAÇA!”.

E mais uma vez Jimmy Kimmel strickes again e compila as melhores e maiores birras do Halloween. Isto sim, é terror! Agora imaginem se eles já tivessem comido doces? Era uma sugar-rush-do-além.

ADORO ISTO!
  

Seguir:
Marta Neves
Marta Neves

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o Marta Neves, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida e pelos outros.

Share:

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.